Coisas básicas para melhorar o seu atendimento

Coisas básicas para melhorar o seu atendimento

Um dos dilemas mais comuns dentro de um processo de vendas é responder a pergunta como podemos fazer para que nosso atendimento seja realmente um diferencial e ajude os vendedores a alcançarem mais resultados expressivos?

Embora a respostas não seja tão simples assim, não só porque cada processo, mercado, perfil de gestão, maturidade comercial é diferente, mas porque a cada dia o cliente também tem se tornado um sujeito mais exigente e complexo de entender.

No entanto, é possível perceber que alguns pontos ainda fazem toda a diferença no desempenho de um time de vendas. Há ainda alguns pequenos ponteiros que ao serem ajustados no dia-dia podem arrecadar mais resultados positivos

Pense na venda, mas também na entrega

Equipe comercial tem o grande fetiche que é apenas bater suas metas e fechar mais vendas a todo custo. Não há nada de errado em querer fazer fechamentos mais ousados, mas a uma das questões mais importantes é entregar o que vendeu.

Na realidade, a qualidade de uma venda está em justamente em ter a maior coerência entre o que você prometeu durante a negociação e o resultado de satisfação do cliente lá no final da ponta.

Lembro de um episódio de quando trabalhei na parte criativa de uma agência, em que na ânsia de fisgar um grande projeto de uma empresa bem conceituada de telecomunicações, o setor comercial acabou oferecendo mais do que o nosso time poderiam entregar e depois tivemos que correr contra o tempo para entregar aquilo que os vendedores prometeram para o cliente.

Obviamente, que por limitações de pessoal e de estrutura, tivemos que entrar em contato muitas vezes com o cliente final para prolongar prazos e gerou um desgaste na relação de comercial e na confiança e credibilidade dos vendedores.

Essa situação só aconteceu porque não havia uma ligação direta entre os dois setores. Para amenizar isso, É preciso ter um gerenciador de clientes onde todos possam ter acessos a dados e informações de como está a negociação com o cliente.

Cuide do cadastro dos seus clientes

Agora, a grande pergunta que te faço é: Como anda seu cadastro de clientes? Embora, pareça um papo que não faz sentido, para gerenciar negociações com o tempo otimizado e sem perder etapas de um funil de vendas, é preciso cuidar, engajar e atualizar os cadastros dos seus clientes ganhos e também daqueles futuros interessados.

Não dá mais para atender clientes sem saber o seu histórico, qual é a maneira que ele gosta de ser atendido, sem realizar todo o processo de pré-vendas, vendas e pós-vendas. Tudo precisa estar bem alinhado dentro de um lugar comum.

Aqueles que não se importam com a organização dos seus dados tendem não só a ficar para trás das novas maneiras de vender com qualidade e resultado, como também correm um risco de perder timing, de gerar insatisfação e de não saber como melhorar seu processo como um todo.

Faça questão de caprichar no registro e nos gerenciamentos de dados dos seus clientes. Este é seu maior tesouro, não menospreze as informações deles e nem trate como se não fosse importante.

Pense no registro de interações com cada cliente

Além de aprender a registrar, imagine só ter uma grande quantidade de dados que entregam os comportamentos, as tendências, os relatórios e uma leitura mais precisa e holística da gestão comercial?

Você tem que aprender a lidar de maneira profissional com o registro de interações de cada consumidor para aprender a gastar o recurso e esforço ideal para fechar mais negócios.

Não dá mais para vender no escuro. É preciso saber exatamente cada passo do seu consumidor para atingi-lo de maneira mais completa. O seu atendimento depende não só do talento dos seus vendedores, mas das ferramentas que os auxiliam a ter uma visão macro do negócio.

Se você precisa crescer como negócio e ter um time capaz de ver além do óbvio no comportamento dos seus clientes, faça um teste gratuito no Moskit CRM e entenda melhor como seu atendimento pode ser um diferencial de vendas.