6 dicas e modelos de mensagem para abordagens via WhatsApp

6 dicas e modelos de mensagem para abordagens via WhatsApp

Nós já estamos falando da importância do WhatsApp faz algum tempo. Para nós, o assunto é tão importante que até integramos o Moskit para vender via WhtasApp.

Mas não foi só isso, já criamos um guia para vendedores, explicamos como fazer um bom atendimento utilizando a ferramenta e produzimos este vídeo incrível sobre vendas no Whatsapp.

Mesmo com todo esse material, grande parte dos vendedores ainda tem um problema comum: realizar a primeira abordagem.

É uma grande dificuldade realizar um primeiro contato onde ainda não existe uma abertura e não sabemos exatamente o humor de quem está do outro lado. Uma frase errada pode te deixar sem resposta ou ser bloqueado.

Pensando nisso, nossa equipe de vendas elaborou modelos para as melhores abordagens iniciais e dicas interessantes para que você consiga uma boa abertura sem colocar a venda em risco.

Modelo 1: Primeiro contato depois de trocar cartão

O primeiro ponto aqui é não enviar logo de inicio uma mensagem muito grande dizendo tudo o que veio em mente. Vamos falar mais sobre isso adiante. Lembre-se que do outro lado existe uma pessoa.

Chame atenção para conversa e só depois introduza o assunto:

Abordagem inicial:

Bom dia! Sou [nome] e conversamos na [ocasião], onde trocamos contato, tudo bem por aí?

Resposta esperada:

Claro! Lembro sim!

Abordagem caso já conheça a dor do cliente:

Como tinha falado para você, trabalho com [segmento] e acredito que podemos resolver a necessidade que você levantou comigo.

Para levantar necessidades do cliente:

Me tira uma dúvida, o que vocês usam hoje para [necessidade que o produto soluciona]?

Após a resposta do cliente é hora de entrar com o discurso de vendas padrão.

Modelo 2: Indicação de um amigo

Outra ocasião muito comum é conversar com um amigo que indica alguém com um problema que seu negócio é capaz de resolver.

Como na maioria dos casos, o interessante é criar um laço de conexão, demonstrando que existe algo que unem vocês dois. No caso de uma indicação essa conexão é considerada forte. Dificilmente alguém vai ser seco e evasivo com o "amigo do amigo".

Abordagem inicial:

Bom dia [fulano], o [nosso amigo] passou seu contato. Me chamo [nome], tudo bem?

Resposta esperada

Tudo sim, e por ai?

Abordagem da vende:

Por aqui tudo certo! Estava conversando com o [nosso amigo] e ele comentou que você estava precisando de [problema em questão]. Tenho uma solução aqui para resolver estes problemas, podemos marcar uma uma ligação para amanhã às 10h?

Uma observação importante: sempre apresente hora e dia da reunião, nunca deixe em aberto para o cliente sugerir. Não podem existir barreiras extras para marcar o compromisso.

Modelo 3: Abordagem de lead com rapport pela foto de perfil quando WhatsApp é a única opção

Antes de iniciar uma conversa com alguém onde não existiu uma abordagem anterior, é interessante tentar alcançar o cliente por outros meios antes de enviar uma mensagem, solicitando a permissão para iniciar este contato por WhatsApp.

Caso a única saída seja o WhatsApp, a técnica abaixo se aplica bem.

Rapport é uma técnica conhecida dos vendedores, mas muitos ainda não entenderam que é muito fácil aplicar rapport para gerar conexão com pessoas novas através das mensagens de texto.

Essa estratégia depende mais do perfil do vendedor e dos clientes, mas costuma apresentar resultados interessantes.

O objetivo aqui é simples: observar a foto de perfil (se estiver disponível) em busca de algum detalhe que possa gerar um comentário descontraído e criar a conexão com o cliente.

Procure por elementos como paisagens, óculos, relógio, chapéu, moto, automóvel, filho ou algo que seja possível comentar, elogiar e questionar. Vale também pesquisar nas redes sociais para entender algumas preferências que permitam essa abertura.

No exemplo, imagine que o contato que vai iniciar a conversa tem uma foto na praia.

Abordagem inicial:

E aí [fulano] tudo bem? Sou da [empresa] e recebi seu contato aqui, tudo bem?

Resposta esperada:

Tudo sim. Eu enviei uma mensagem solicitando um orçamento para [produto]. Você pode me ajudar?

Rapport:

Cara, essa sua foto na praia me deu maior saudade de Florianópolis. Onde foi essa foto?

Resposta esperada:

Ah isso foi em Maceió, tirei no ano passado.

Sequência do Rapport:

Sempre quis conhecer Maceió, mas fico com medo de me arrepender e sempre acabo indo pra Floripa.

Resposta esperada:

Que isso, Maceió vale muito a pena! Tem que conhecer!

Finalização do Rapport:

Certo, vou colocar aqui na lista! Mas voltando ao produto, me diz um pouco mais sobre o seu problema? O que você usa agora para [dor a ser remediada]?

observação: é possível que o rapport seja rejeitado, o cliente não esteja num dia bom ou só não seja a abordagem ideal para ele. Saiba interpretar o clima o quanto antes e direcionar um tom mais formal para a conversa

Dica 1: Use emojis, mas não exagere.

O uso de emojis é excelente para criar uma conexão emocional. Sorrisos, comemorações e referências visuais de objetos podem ajudar o vendedor a se conectar com o cliente.

Principalmente numa abertura de conversa, emojis fazem um papel importante na hora de causar o impacto inicial.

Mas um alerta é importante, exagerar nos emojis pode desequilibrar a conversa e o tom acabar soando meio debochado ou infantil.

Dica 2: Evite grandes blocos de textos pré-formatados

Além de dificultar a conexão inicial, estes blocos deixam claro que a mensagem é padrão ou que o vendedor não se deu ao trabalho de iniciar um assunto, jogou um conjunto de informações na tela ao invés de começar uma conversa.

Uma comunicação eficiente exige alguns passos, que normalmente são: Apresentação > Conexão via referência (amigos, contatos, eventos, conversas antigas) > resposta positiva de engajamento do cliente > introdução ao assunto de vendas.

É importante conquistar a atenção antes de começar a falar de negócio. Assim como numa ligação por telefone, se você falar tudo o que pensa antes de existir um retorno positivo, a mensagem é rejeitada antes mesmo de ser compreendida.

Dica 3: Registre toda a conversa do WhatsApp no CRM

Pelo ambiente informal que muitas vezes o WhatsApp representa, é comum vendedores esquecerem que essa conversa será importante no futuro.

Uma informação fora do CRM é causa de inúmeros prejuízos ao time de vendas. De conversas desencontradas, até acordos não registrados e que serão cobrados futuramente, muitas vendas são perdidas por detalhes que ficaram fora do sistema.

Se você ainda não sabe como funciona um CRM e deseja entender como a centralização de negociações pode transformar o seu negócio, clique aqui e faça agora um teste grátis no Moskit.